Home / Lifestyle  / Unhas e alimentação

Unhas e alimentação

O que você come tem influência direta no funcionamento do seu corpo, incluindo nas suas unhas. Por isso, a nutri Débora Beck nos contou como evitar unhas fracas, manchadas e quebradiças pela alimentação! Confere o post

O que você come tem influência direta no funcionamento do seu corpo, incluindo nas suas unhas. Por isso, a nutri Débora Beck nos contou como evitar unhas fracas, manchadas e quebradiças pela alimentação!
Confere o post dela:
Como estão as suas unhas?
Sabia que a aparência das unhas é reflexo da nossa saúde? As unhas são formadas por uma proteína chamada queratina e têm como função ajudar a proteger a região de traumas e choques.
Unhas quebradiças, com manchas brancas ou com ondulações são alguns dos sinais de que algo não vai bem em nosso corpo, indicando uma possível deficiência de nutrientes ou doença. Neste post, abordaremos os aspectos nutricionais das irregularidades mais comuns nas unhas.

Unhas fracas, quebradiças, com tendência à descamação: É um indicativo para carência de cálcio, zinco e magnésio.
Unhas com manchas brancas: Podem indicar deficiência de zinco, proteínas ou anemia.
Unhas com ondulações: Indicam, geralmente, que a unha sofreu uma batida, mas também podem ser sinal de anemia.
Unhas com riscas verticais: Pode ser causada por deficiência de vitamina B12 e magnésio.

Mas nutri, fiz meus exames e não tenho deficiências nutricionais. Como mantenho as unhas saudáveis?
Para ter unhas fortes e saudáveis, é necessário manter a resistência e flexibilidade delas. Estas propriedades se devem à grande quantidade de fosfolipídeos e água presentes em sua composição, além da alta quantidade de matriz protéica e da queratina. As unhas também são constituídas por cálcio, manganês, zinco e ferro. Outros nutrientes que são importantes para a boa formação das unhas são o selênio (encontrado na castanha-do-Pará, salmão e arroz integral), silício (aveia, cevada, trigo) e a biotina (levedo de cerveja e gema de ovo). Além da alimentação equilibrada, a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda que se deixe as unhas sem esmalte por, pelo menos, dois a três dias entre uma esmaltação e
outra, evitando, assim, o ressecamento e enfraquecimento das mesmas.

MINGAU DE AVEIA


 
Se você possui algum desses sinais, procure um nutricionista. Ele é o profissional capacitado a prescrever dieta e, assim, adequar seu consumo de nutrientes.
* Texto escrito pela  nutricionista pós-graduanda em Nutrição Clínica com ênfase em DCNT e obesidade Débora Reali Beck

[email protected]

Mari Weckerle é arquiteta, gaúcha e especialista em gastronomia saudável! É a Criadora da Plataforma Digital Guria Natureba e curadora da SOW!

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.