Home / Lifestyle  / Sexualidade: como usar o óleo de coco?

Sexualidade: como usar o óleo de coco?

O óleo de coco é, há muito tempo, um dos queridinhos da gastronomia devido sua grande propriedade nutricional. Mas foi na indústria cosmética que ele ganhou bastante notoriedade. A variedade de produtos que recebem óleo

O óleo de coco é, há muito tempo, um dos queridinhos da gastronomia devido sua grande propriedade nutricional. Mas foi na indústria cosmética que ele ganhou bastante notoriedade. A variedade de produtos que recebem óleo de coco na sua formulação é enorme: são hidratantes, desodorantes, condicionantes para cabelos, sabonetes, xampus…  Uma infinidade! 


Agora, você já ouviu falar em utilizar o óleo de coco puro na vagina? Se você ainda não testou, eu recomendo. Desde que ele seja extra virgem e de boa qualidade, pode ser aplicado diariamente. Ele proporciona muitos benefícios para toda a região íntima e pode até mesmo ajudar na lubrificação durante o sexo. 


Veja como utilizá-lo:

Para combater candidíase: sim, o óleo de coco pode ajudar você a eliminar de uma vez por todas aquela candidíase que volta todos os meses. Ele possui ácido láurico e ácido caprílico, que são antibactericidas e antifúngicos. Sugiro utilizar todas as noites, ao dormir. Aplique um pouco dentro da canal vaginal e aproveite para dormir sem calcinha, para que sua região íntima respire. 


Quando a crise de candidíase terminar, continue fazendo uso do óleo, para prevenir e também pelos seus outros benefícios. 




Hidratação da vulva e ânus: você utiliza hidrante no corpo? Pois saiba que a pele da região íntima também precisa de hidratação. Por se tratar de uma área muito sensível, suscetível a alergias e irritações, o óleo de coco é uma excelente alternativa. Aplique na vulva, grandes e pequenos lábios, períneo e ao redor do ânus. Também sugiro utilizar enquanto você está dormindo, para não lambuzar as roupas. 


Lubrificante: sabe aquele lubrificante que você precisa reaplicar duas ou três vezes durante o sexo? Com o óleo de coco isso não acontece, pois ele não resseca com facilidade. Superrecomendo! Prefiro o óleo, que é natural, aos lubrificantes industrializados. 


Após a depilação: é excelente para acalmar e dessensibilizar a pele após a depilação. (E isso vale igualmente para outras regiões do corpo.) A aplicação vai deixar a pele mais lisinha, sem assaduras ou eventuais lesões. 


Dica da Vagi: aproveite e utilize para para fazer uma massagem a dois. Você pode, também, combinar com óleos essenciais afrodisíacos, como óleo de rosa, ylang ylang, flor de laranjeira, jasmim, canela e gengibre. 




@sow.gn é uma curadoria da Mari Weckerle, a @gurianatureba.

Você já nos segue no Instagram? Confere os outros posts, você vai amar!

[email protected]

A Ana é a a Vagi Sem Neura. Ela é fisioterapeuta pélvica especializada em reabilitação de disfunções sexuais femininas. Sua missão é disseminar conteúdo sem censura. Seu propósito é fomentar a educação e o empoderamento feminino por meio do conhecimento do próprio corpo. | @vaginasemneura

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Poste um comentário

quinze + três =