Home / Lifestyle  / O que é Matchá?

O que é Matchá?

O Matchá, chá verde em pó ou moído, é o assunto do post de hoje! Ele foi escrito pela nutri Luciana Pacheco e conta com muitas informações, dicas e sugestões de uso, além de super receitinhas!   O

O Matchá, chá verde em pó ou moído, é o assunto do post de hoje!
Ele foi escrito pela nutri Luciana Pacheco e conta com muitas informações, dicas e sugestões de uso, além de super receitinhas!
So delicious and refreshing! I'm in love with this Iced Coconut Matcha Latte!
 
O mais popular dos chás verdes do Japão – consumido especialmente durante a tradicional cerimônia do chá – e nos tempos mais modernos, também utilizado para criar sorvetes, bolos e outras receitas, está ganhando popularidade em todo o mundo nos últimos anos e é frequentemente chamado de alimento para o humor e o cérebro.
 
Muitas pessoas se perguntam, qual a diferença entre o Matchá e o Chá Verde tradicional?
Tanto o Matchá como o Chá Verde e o Preto, são obtidos a partir da mesma planta, a Camellia Sinensis, porém, devido ao método de processamento das folhas da planta para obtenção do Matchá, este chá tem maior conteúdo de catequinas (substâncias antioxidantes) em comparação com os outros tipos de Chá Verde. Pesquisas indicam que a concentração de epigalocatequina galato (a principal catequina presente no chá verde) é 137 vezes maior no Matchá do que no Chá Verde tradicional, o que significa que estamos diante de uma bebida que é um poderoso reforço na luta contra os radicais livres, que provocam o envelhecimento precoce, mais benéfico e poderoso que o Chá Verde tradicional.
Matcha Iced Latte – A Cozy Kitchen
E o seus prováveis benefícios a saúde e ao bem-estar

  • Proteção à saúde:

A capacidade antioxidante dos compostos fitoquímicos (especialmente as catequinas) do Matchá provavelmente contribuem para os benefícios à saúde como a redução do risco de alguns tipos de câncer e doenças cardiovasculares e isquêmicas, especialmente com consumo regular.

  • Efeito calmante:

O chá verde é tradicionalmente conhecido por induzir clareza mental, melhora da cognição e relaxamento. A L-teanina, um dos constituintes do Chá Verde, conduz ao relaxamento reduzindo a excitação induzida pela Cafeína que também constitui este chá, melhorando o relaxamento, a tensão e a calma.

  • Melhora da concentração e atenção:

Sabe quando precisamos daquele “up” ao longo do dia? Estudos descobriram que a L-teanina e a cafeína combinadas no chá melhoram o desempenho em tarefas de atenção e alerta, no processamento de informações e na memória.

  • Controle do peso corporal e oxidação de gordura:

Alguns estudos sugerem que a ingestão de catequinas do Matchá, em especial a epigalocatequina galato, tem demonstrado aumentar a oxidação de gordura induzida pelo exercício, principalmente pelo exercício de intensidade moderada, como a caminhada rápida. Entretanto, os estudos que avaliam a oxidação de gordura durante o exercício com ingestão de Matchá ainda são inconclusivos.

  • Poder diurético:

A cafeína presente no Matchá contribui para a diminuição da retenção de líquidos no nosso organismo. Portanto, é importante que a ingestão de alimentos cafeínados como o Matchá sejam acompanhados de ingestão de água, para evitar a desidratação.

Todo mundo pode tomar?
Por ser um chá rico em cafeína, é recomendado que seja controlada a quantidade e a hora do dia quando consumido por pessoas sensíveis a esta substância, pois pode prejudicar o sono. Além disso o chá é contra-indicado ou deve ter consumo controlado por gestantes e lactantes, uma vez que o consumo de cafeína durante este período pode trazer malefícios para a saúde do bebê, sendo recomendada ingestão máxima de 200mg a 300mg de cafeína por dia, devendo-se, portanto, identificar o consumo de cafeína ao longo do dia a partir de outros alimentos fonte como: café, chá preto, bebida a base de cola e chocolate ao leite. Uma porção de chá verde, contém aproximadamente 25 a 45mg de cafeína.
 
Como usar o Matchá:
Apesar de já ser característica do Matchá um sabor mais suave que o Chá Verde tradicional, muitas pessoas não gostam do sabor dele preparado como chá puro, apenas com água quente. Ele faz sucesso mesmo é com bebidas cremosas a base de leite ou em receitas. Segue aí duas maneiras de incluir o Matchá no seu dia-a-dia.

MATCHÁ LATTE


Ingredientes:
– 1 colher de chá de Matchá;
– 1/2 colher de chá de gengibre em pó;
– 1/2 colher de chá de canela;
– 1 colher de chá de mel (opcional);
– Cravinho ou Estrela de anis
– 1 xícara de leite vegetal (arroz, amêndoa, castanha…) ou leite de vaca caso não tenha nenhuma contra-indicação
Modo de Preparo:
– Aqueça o leite até ficar morno;
– Em uma xícara, acrescente os ingredientes (exceto o mel e o cravo ou estrela de anis). Acrescente um pouco de leite, mexa bem para dissolver e acrescente o restante do leite e o anis estrelado e deixe largar o sabor um pouco. Junte o mel, retire o cravo ou anis e beba em seguida.
Dica: Para ter aquela bebida espumadinha e cremosa, utilize o vaporizador de leite. Você pode utilizar este utensílio com leite puro, ou já misturado com os ingredientes exceto o mel, o cravinho ou anis, obtendo assim uma espuminha maravilhosa.
 

BOLINHAS ENERGÉTICAS DE MATCHÁ


 
Ingredientes:
-1 xícara de aveia (tanto faz se flocos grossos, médios ou finos)
-2 colheres de sopa de pasta de amendoim, ou amêndoas ou macadâmia (oleaginosa de sua preferencia);
-1 colher de sopa de Matchá;
-1 xícara de tâmaras sem caroço;
-Água (caso necessário, acrescentando 1 colher de sopa por vez);
*Topping para enrolar: Côco ralado sem açúcar ou oleaginosas trituradas ou semente de chia…
Modo de Preparo:
-Colocar todos os ingredientes em um processador de alimentos, iniciar a trituração e ir acrescentando a água caso necessário até obter a consistência de uma pasta consistente e pegajosa. Vá de vez em quando apertando e verificando se obter uma massa que ao apertar fique bem ligada;
-Moldar com as mãos em formato de bolinhas e passar por uma das coberturas sugeridas. Reservar na geladeira para ficar mais durinha.
*Rendimento: 16 bolinhas aproximadamente com 21g cada;
*Conservação: Em geladeira por até 7 dias ou no congelador por 3 meses;
Informação Nutricional por Porção
Porção de 21 g (1 bola):
Energia: 76 kcal
Proteínas: 2 g
Carboidratos: 13 g
Gorduras Totais: 1,7 g
Cálcio: 4,8 mg
Magnésio: 11,9 mg
Potássio: 33,6mg
 
Referências:
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29345213
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28056735
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27867678
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0021967303011336
http://www.scielo.mec.pt/pdf/rpmgf/v33n1/v33n1a07.pdf
 
 

[email protected]

Mari Weckerle é arquiteta, gaúcha e especialista em gastronomia saudável! É a Criadora da Plataforma Digital Guria Natureba e curadora da SOW!

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Poste um comentário

oito − dois =