Home / Beauty  / Cosméticos orgânicos e naturais

Cosméticos orgânicos e naturais

Atualmente, grande parte da população tem adotado hábitos veganos, ou tem preferido o consumo de produtos orgânicos de procedência certificada. Mesmo no mundo dos cosméticos e dos medicamentos, essa onda chegou com força e tem

Atualmente, grande parte da população tem adotado hábitos veganos, ou tem preferido o consumo de produtos orgânicos de procedência certificada. Mesmo no mundo dos cosméticos e dos medicamentos, essa onda chegou com força e tem movimentado um mercado expressivo no Brasil e em outros países. A farmacêutica Christine Chaves fala sobre o assunto no texto que escreveu para o site

Segunda a legislação, um produto cosmético natural é aquele que contém pelo menos 5% de matéria prima orgânica certificada e 95% de matéria prima de origem natural, não necessariamente orgânica. Já o produto orgânico contém 95% de matérias primas orgânicas certificadas. Um exemplo de certificação orgânica é o certificado EcoCert. Ele é emitido por uma certificadora francesa de produtos naturais e orgânicos internacionalmente reconhecida por sua qualidade e segurança. Os produtos com esse selo possuem garantia de que não são testados em animais, não contêm ingredientes nocivos para a saúde e para o meio ambiente e são formulados com matérias-primas naturais de qualidade. Já um produto vegano não tem a ver com ele ser natural ou orgânico, mas sim com o fato de ele não possuir ingredientes de origem animal e nem ser testado em animais.
Além de ser eco-friendly, uma característica muito importante das formulações de uso tópico é ser “skin-friendly”. Ou seja, como ela interage com a pele e ajuda na melhora e manutenção das características fisiológicas da epiderme. Uma tecnologia em alta são os emulsionantes derivados da oliva, com certificado EcoCert, que formam cremes 100% compatíveis com a pele e, por sí só, já apresentam ação hidratante e restauradora da barreira da pele. Todavia, muitos produtos que são considerados naturais, orgânicos ou eco-friendly não apresentam benefícios à pele por apresentarem carga oleosa em excesso ou substâncias alergênicas e irritativas, por exemplo.

Uma maneira de garantir que os produtos cosméticos ou medicamentosos sejam ao mesmo tempo eco-friendly e compatíveis com o nosso organismo é solicitar ao seu médico que formule produtos de maneira a garantir os melhores benefícios ao organismo. É possível solicitar o uso de cápsulas vegetais e excipiente vegano, a não utilização de certos conservantes ou essências, além de outras características que deixem os produtos mais amistosos ao meio ambiente e ao nosso corpo. Um exemplo clássico é a manipulação de sabonetes e xampus adequados ao pH cutâneo e com tensoativos suaves, os chamados lowpoo ou sabonetes sem sulfato. Eles reduzem a irritação, principalmente em peles sensíveis, e não alteram o pH da pele de forma drástica, evitando irritação ou descamação em excesso.
Texto escrito pela farmacêutica Christine Chaves

[email protected].br

Mari Weckerle é arquiteta, gaúcha e especialista em gastronomia saudável! É a Criadora da Plataforma Digital Guria Natureba e curadora da SOW!

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.