Home / Lifestyle  / Mindful eating: alimentação com consciência

Mindful eating: alimentação com consciência

Você já ouviu falar em mindfulness? Provavelmente sim, mas não custa lembrar. A psicóloga Greice Amalcaburio fala sobre o assunto no texto que escreveu para o site. Mindfulness significa vivenciar o presente, ter uma consciência sincera,

Você já ouviu falar em mindfulness? Provavelmente sim, mas não custa lembrar. A psicóloga Greice Amalcaburio fala sobre o assunto no texto que escreveu para o site.

Mindfulness significa vivenciar o presente, ter uma consciência sincera, não julgadora, de momento a momento. Refere-se em focar a percepção nas nossas experiências. É estar plenamente em contato com o presente e não envolvido com lembranças ou com pensamentos sobre o futuro. É sair do piloto automático, é trazer a atenção para a ação no momento atual. Essa prática pode estar relacionada com qualquer atividade, inclusive com comer. É aí que entra o conceito de mindful eating.
Quantas vezes você se alimentou fazendo várias outras atividades ao mesmo tempo? Como olhando o celular, dirigindo ou assistindo televisão? É super importante prestar atenção ao que colocamos na boca, estando presentes enquanto realizamos uma refeição. Observar a beleza do prato, sentir o aroma, a temperatura, o sabor e a textura dos alimentos.
Mindful eating é a consciência de tudo o que envolve a alimentação, desde o preparo até o momento após. A prática nos ensina a respirar fundo e relaxar, apreciando cada momento. É um convite para quem sabe até fechar os olhos por um instante; a sentar para fazer as refeições; a descansar os talheres; a ativar todos os sentidos enquanto nos alimentamos; a degustar cada garfada.

Ao desenvolver essa consciência conseguimos identificar mais facilmente se o que temos é fome, vontade de comer ou desejo específico por algum alimento. Além de perceber se estamos satisfeitos, porque existe uma tendência a comer mais quando estamos envolvidos em outras atividades.
Você pode treinar as suas habilidades observando os seus pensamentos, emoções e sensações físicas durante uma refeição. Se algum sentimento negativo estiver presente, uma maneira interessante de lidar com ele é simplesmente aceitá-lo e não comer mais do que você precisa no intuito de saciar essa fome emocional.
Na correria do dia a dia é uma possibilidade de desacelerar e mudar a nossa relação com a comida e a forma como nos alimentamos, percebendo, de fato, o que estamos ingerindo. Tornar esse um momento do dia saudável e prazeroso. Nutrir o corpo e saciar as emoções.
Texto escrito pela psicóloga Greice Amalcaburio.

[email protected]

Mari Weckerle é arquiteta, gaúcha e especialista em gastronomia saudável! É a Criadora da Plataforma Digital Guria Natureba e curadora da SOW!

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.