Home / Beauty  / Dezembro Laranja: o que é o Teste ABCDE?

Dezembro Laranja: o que é o Teste ABCDE?

A campanha Dezembro Laranja já está acabando, mas é preciso lembrar que os cuidados com a pele devem ser feitos o ano inteiro! Isso inclui passar o protetor solar sempre. Ele é um produto indispensável

A campanha Dezembro Laranja já está acabando, mas é preciso lembrar que os cuidados com a pele devem ser feitos o ano inteiro! Isso inclui passar o protetor solar sempre. Ele é um produto indispensável e deve ser usado o dia inteiro, todos os dias da semana! 

O Brasil é um país tropical com uma imensa e maravilhosa costa e a exposição solar tem um importante papel social e cultural na vida dos brasileiros. Por isso, tomando os cuidados necessários, podemos nos divertir nos meses de verão sem acumular risco à nossa vida nem envelhecer precocemente.

Isso porque o dano pela radiação solar, tanto para o envelhecimento quanto para o aumento de risco de câncer de pele, é cumulativo, ou seja, ele ocorre ao longo dos anos e se acumula gradativamente. Portanto, assim como a constância nos tratamentos, a proteção solar regular é fundamental para manter uma pele bonita e saudável ao longo dos anos.

Além do filtro, a proteção contra os raios solares inclui a chamada proteção física com chapéus, guarda-sol, óculos de sol, roupas com proteção UV e cuidados especiais nos horários de maior pico de radiação.

Com essas proteções, a probabilidade do câncer de pele acontecer diminui consideravelmente. Entretanto, é muito importante realizar os seus exames e ir ao dermatologista assim que notar alguma coisa diferente. Mas como identificar algo suspeito? Com o Teste ABCDE! Já ouviu falar?

Dezembro Laranja e o Teste ABCDE

O Teste ABCDE é um autoexame que serve para ajudar na detecção de um melanoma. É uma forma de avaliar os principais critérios clínicos que podem representar esse tumor. Confira como realizar e analisar os sintomas nesse teste:

A. Assimetria: trace uma linha no centro da lesão e observe se os dois lados são iguais. Quanto mais diferentes os segmentos, maior o risco.

B. Bordas: as bordas da lesão são regulares ou são pontudas e franjeadas? Quanto mais irregulares, maior é o risco.

C. Cores: a lesão tem uma cor homogênea ou um salpicado de várias cores (marrom claro, marrom escuro, branco, preto ou vermelho)? Quanto mais cores em uma mesma lesão, maior é o risco.

D. Diâmetro: a lesão possui mais de 0,5 cm? As lesões maiores têm mais risco.

E. Evolução: a lesão teve alguma mudança no último ano? Houve crescimento, alteração de cor ou formato? Mudanças recentes aumentam o risco.

O autoexame deve ser realizado assim que notar alguma lesão irregular ou que não cicatrize, por exemplo. É muito importante conhecer o próprio corpo, suas manchas e marquinhas. Sempre que esses critérios do ABCDE forem identificados, um médico dermatologista deve ser procurado para fazer um exame detalhado imediatamente!

Atenção! Independentemente do autoexame, o exame dermatológico deve ser realizado uma vez ao ano ou com mais frequência caso indicado pelo dermatologista.

O @sow.gn é uma curadoria da Mari Weckerle, a @gurianatureba.

Você já nos segue no Instagram? Confere os outros posts, você vai amar!

Clica aqui para conferir outros posts sobre beleza.

[email protected]

A Dra Gabriela Maldonado é graduada em Medicina pela UFRGS, com Residência Médica em Dermatologia pela Escola de Saúde Pública - Ambulatório de Dermatologia Sanitária. É membro efetivo da Sociedade Brasileira e Americana de Dermatologia e Mestre em Medicina - Ciências Médicas com enfoque em Dermatologia pela UFRGS. | @gabrielamaldonado_dermato

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta