Home / Beauty  / Acne, dieta e suplementação

Acne, dieta e suplementação

Quem nunca ficou pensando se aquela acne é devido a algo que comeu no almoço de domingo ou à mudança da dieta no período de férias? Ou ficou na dúvida se o suplemento para esporte

Quem nunca ficou pensando se aquela acne é devido a algo que comeu no almoço de domingo ou à mudança da dieta no período de férias? Ou ficou na dúvida se o suplemento para esporte poderia ter piorado a pele? Ou ainda se haveria algum suplemento que ajudasse no tratamento da acne?


Sabemos que a acne tem influência genética, hormonal e ambiental, mas essas questões sobre dieta vêm sendo discutidas há décadas! O surgimento de acne em populações que antes não apresentavam (como os canadenses Inuit, os Zulus da África do Sul e os Okinawas do Japão) após introdução da dieta ocidental também é uma evidência dessa relação. Por dieta ocidental entenda-se comida processada, laticínios e açúcares refinados. 


Como ocorre a acne?

Há 4 fatores envolvidos na sua formação:

  1. Excesso de produção de sebo
  2. Aumento da população de bactérias do gênero Cutibacterium acnes
  3. Espessamento do folículo pilossebáceo
  4. Mecanismos inflamatórios


Os responsáveis pelo aumento da produção de sebo são os hormônios andrógenos e o fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-1) e é justamente aqui que a dieta influencia na acne, dependendo do poder de estimular a insulina pelo pâncreas. Quanto mais insulina, mais fatores de crescimento e mediadores inflamatórios circulantes no sangue e prontos a piorar o problema.


Quais tipos de alimentos podem piorar a acne?


Acne e a Carga Glicêmica

Diversos estudos avaliaram o significado do índice glicêmico (IG) dos alimentos e o impacto da carga glicêmica nos pacientes com acne. A partir desses estudos foi demonstrado que as pessoas com acne que consomem alimentos com baixo IG tiveram melhora do problema quando comparadas aos indivíduos com dietas de alto IG. 


Mas o que vem a ser o IG? É o quanto determinado alimento aumenta a glicose no sangue 2 horas após ser ingerido.  Os alimentos de IG mais alto são carboidratos que constituem os açúcares e farinhas refinados como pães, bolos, tortas, bebidas doces e cerveja.


E a carga glicêmica? 

É a medida dessa capacidade de elevar a glicose no sangue que ocorre com os carboidratos dos alimentos.


Dietas no formato low carb ou cetogênicas, que obtêm energia a partir de outros compostos (corpos cetônicos) que não a glicose, têm demonstrado redução de acne por reduzir marcadores de inflamação e também níveis de IGF-1.


Qual é a influência do chocolate na acne?

Várias pesquisas investigaram essa possível relação entre acne e chocolate, mas restava a dúvida se a piora da pele era em função do chocolate em si, do açúcar ou do leite contidos na formulação. Um estudo realizado apenas com homens avaliou chocolate 99% cacau sem adição de açúcar com balas de goma com cargas glicêmicas semelhantes e o grupo que usou o chocolate teve piora da acne. Outros estudos também mostraram associação em relação a confeitos. Existe, porém, uma dúvida sobre a real origem da questão: será que o consumo dos confeitos e chocolate pioram a acne ou a presença da acne aumenta a ansiedade e leva a maior consumo desse tipo de alimento? Precisamos de ainda mais pesquisas sobre essa questão! 


Acne e leite ou laticínios

Laticínios também têm sido implicados em piora da acne e são componentes muito comuns na dieta da maioria das sociedades Ocidentais. Oitenta por cento da proteína do leite é a caseína e os outros 20% correspondem à proteína do soro, que é a principal responsável pelo aumento de insulina no sangue, mais do que a gordura do leite, por exemplo. Ambas a caseína e a proteína do soro podem piorar a acne. É por isso que suplementos à base de whey protein (proteína do soro do leite) podem contribuir para o início ou para a piora da acne. O leite não tem uma carga glicêmica muito elevada, mas sim uma capacidade alta de estimular o aumento de insulina e essa seria a causa principal para seu envolvimento na formação da acne. Um estudo avaliou a suplementação de ômega-3 ou ácido gama-linoleico e ambos os tipos de gorduras mostraram redução de lesões inflamatórias de acne como as espinhas e também das não inflamatórias, cravinhos brancos ou escuros.


As gorduras saudáveis podem ajudar pacientes com acne?

Alguns estudos avaliaram os efeitos dos ácidos graxos com  ômega-3 e ácido gama-linoleico mostrando que o consumo desses óleos pode ser benéfico para pacientes com acne. Ômega-3 causa redução de IGF-1 que está relacionado à produção de sebo e obstrução do folículo do pelo, fatos diretamente implicados na formação da acne. Alguns estudos relacionaram consumo baixo de peixes com maior gravidade de acne.


Dieta vegetariana e vegana pode melhorar a acne?

As dietas vegetariana e vegana têm se tornado cada vez mais populares. Cerca de 1/3 dos americanos reduziram ou pararam de consumir carne. O número de veganos nos Estados Unidos aumentou de 4 milhões de pessoas em 2014 para 19,6 milhões em 2017. Leites vegetais respondem por 40% de todos os tipos de leite consumidos nos Estados Unidos. Há relato de um estudo que avaliou essa relação, mas não comprovou correlação na dieta sem carnes e laticínios e melhora da acne como seria o esperado. Esse trabalho não especificou exatamente o tipo de dieta de cada grupo que poderia ter outras diferenças importantes como índice glicêmico e carga glicêmica impactando no resultado. Assim,  mais estudos são necessários para esclarecer essa dúvida.


Há relação entre probióticos e a acne?

O microbioma, que é a composição de microorganismos presentes tanto na pele quanto no intestino de todos os seres humanos, tem sido um campo enorme de pesquisa nos últimos anos. O desequilíbrio da sua composição tem sido implicado em muitas doenças das mais diversas áreas e também na acne. 


Pesquisas recentes com suplementação de probióticos em pacientes com acne tem mostrado resultados muito promissores, porém mais pesquisas são necessárias para que tenhamos mais clareza sobre esse benefício.


E quais são os efeitos da dieta nos tratamentos para acne?

Cada medicamento tem suas características individuais de solubilidade nos líquidos do estômago e intestino e graus de absorção diferentes. Antibióticos como doxiciclina e minociclina são facilmente absorvidos em jejum, e a presença de alimentos pode piorar sua absorção em 20% ou mais se essa refeição tiver leite ou derivados. A isotretinoína e a espironolactona recomenda-se que sejam ingeridas junto com as refeições. Especialmente a isotretinoína deve ser ingerida com a refeição de maior teor de gordura do dia (em geral almoço ou jantar).


Suplementação de zinco pode ajudar ?

Algumas pesquisas mostraram benefício sim com essa suplementação porém com resultados muito discretos, ou seja a melhora é pequena mas pode ajudar em alguns casos. O dermatologista precisa avaliar cada caso.




@sow.gn é uma curadoria da Mari Weckerle, a @gurianatureba.

Você já nos segue no Instagram? Confere os outros posts, você vai amar!

Clica aqui para conferir outros posts sobre make e skincare.

[email protected]

A Dra Gabriela Maldonado é graduada em Medicina pela UFRGS, com Residência Médica em Dermatologia pela Escola de Saúde Pública - Ambulatório de Dermatologia Sanitária. É membro efetivo da Sociedade Brasileira e Americana de Dermatologia e Mestre em Medicina - Ciências Médicas com enfoque em Dermatologia pela UFRGS. | @gabrielamaldonado_dermato

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta