Home / Como Reciclar  / Microplásticos: um desafio à sustentabilidade

Microplásticos: um desafio à sustentabilidade

Você sabe o que são microplásticos e porque eles são tão prejudiciais ao meio ambiente e à sua saúde? Microplásticos são, como o nome já diz, partículas quase invisíveis de plástico. A medida para que esse material

Você sabe o que são microplásticos e porque eles são tão prejudiciais ao meio ambiente e à sua saúde?


Microplásticos são, como o nome já diz, partículas quase invisíveis de plástico.


A medida para que esse material seja considerado microplástico depende de pesquisa em pesquisa, mas o tamanho máximo dessas partículas varia de 1 a 5 milímetros.


Essas partículas são consideradas as principais poluentes dos oceanos. Elas são capazes de alterar a composição de certas características da água, prejudicando, e muito, o ecossistema da região. O que tem consequências, inclusive, para a saúde humana.


O descarte inadequado de embalagens plásticas, o escape de materiais plásticos de aterros devido à chuva e ao vento, a lavagem de roupas de fibras de plástico como o poliéster, a evasão de matéria primária das indústrias como os nurdles (pedacinhos de plástico bem pequenos e redondos usados como matéria prima para outros produtos do mesmo material), são algumas das diferentes maneiras com que microplásticos chegam nos oceanos.


Produtos como garrafas, embalagens e brinquedos, quando não descartados corretamente, sofrem, à medida do tempo, quebras mecânicas realizadas pela chuva, vento e ondas do mar, fazendo com que se fragmentem em pedaços cada vez menores, resultando, eventualmente, em partículas de microplástico, que podem estar presentes no sal, em alimentos e até no ar.


Uma pesquisa realizada pela Fundação North Sea, em parceria com outras instituições, revelou que microplásticos estão em produtos de beleza e de higiene pessoal como esfoliantes, shampoos, sabonetes, pastas de dente, delineadores, desodorantes, gloss e protetores labiais sob a forma de polietileno (PE), polipropileno (PP), politereftalato de etileno (PET) e Nylon.


Sem contar que glitter é literalmente feito de microplásticos.


Pesquisas também apontam que o descarte industrial irresponsável de plásticos e a perda de matéria prima que leva em sua composição microplásticos como pellets de plástico, por exemplo, também são fonte desse tipo de poluição.


O Instituto de Pesquisa de Sistemas Ambientais da Universidade de Osnabrück, na Alemanha, em uma pesquisa, descobriu que microplásticos têm a capacidade de absorver produtos tóxicos como pesticidas, metais pesados, entre outros tipos de Poluentes Orgânicos Persistentes (POPs), fazendo com que seus danos ao meio ambiente sejam ainda maiores.


Os microplásticos contaminados são ingeridos por plânctons e pequenos animais, que servem de alimento para peixes maiores em uma cadeia que acaba propagando a poluição.


O ser humano, quando esses peixes maiores acabam em nossas mesas, também está se contaminando e a lista de problemas causados pela ingestão de POPs é enorme: disfunções hormonais, imunológicas, neurológicas e reprodutivas.


Ainda mais que os microplásticos por si só contêm Bisfenol, um composto com potencial disruptor endócrino, extremamente danoso ao nosso organismo.


O que podemos fazer para minimizar os danos causados por microplásticos?


Utilizar menos, reutilizar e reciclar produtos feitos de plástico.


Colaborar com a coleta seletiva e ajudar a espalhar a conscientização pela sustentabilidade.


Ao nos darmos conta que a vida no planeta é feita de ciclos e que suas ações têm consequências para todos, inclusive para você mesmo, é impossível não começarmos a pensar de forma mais sustentável, não é?




@sow.gn é uma curadoria da Mari Weckerle, a @gurianatureba.

Você já nos segue no Instagram? Confere os outros posts, você vai amar!

Clica aqui para conferir outros posts sobre sustentabilidade.

[email protected]

Temos alma livre e sede de aprendizado. Aqui você vai encontrar muito conteúdo sobre beleza natural, cultura, sustentabilidade e viagens inesquecíveis. Vamos semear boas ideias juntos?

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Poste um comentário

5 + 10 =