Home / Lifestyle  / Dúvidas sobre o uso de probióticos

Dúvidas sobre o uso de probióticos

Como saber se preciso ingerir probióticos diariamente? É melhor manipular ou comprar pronto? Qual devo escolher? A nutri Monique Moreira respondeu todas essas perguntas e mais pra gente! Normalmente, o uso de probióticos é um tratamento

Como saber se preciso ingerir probióticos diariamente? É melhor manipular ou comprar pronto? Qual devo escolher? A nutri Monique Moreira respondeu todas essas perguntas e mais pra gente!
Normalmente, o uso de probióticos é um tratamento que deve ser feito por um período de tempo em conjunto com uma alimentação baseada em alimentos naturaisO objetivo principal no seu uso é tratar diversos sintomas e patologias, como por exemplo distensão abdominal, gases excessivos, disbiose, má absorção da lactose, doenças inflamatórias intestinais, baixa imunidade,… que ocorrem principalmente quando há uma alimentação desequilibrada, com o consumo excessivo de açúcares, farinhas refinadas, alimentos industrializados e processados, desregulando a microbiota intestinal.
Além disso, existem cepas (tipos de bactérias) específicas que atuam em diferentes áreas do corpo, como na melhora da performance na atividade física, na saúde da pele, na obesidade, em doenças comportamentais, em alterações metabólicas, etc.

Após o tratamento e melhora dos sintomas, não é necessário o uso contínuo e diário do probiótico, mas sim manter, além da alimentação natural, o consumo frequente de prebióticos, que irão “alimentar” as bactérias do intestino. Mas o uso do probiótico pode ser feito sempre que houver uma necessidade maior. 
Podemos encontrar esses probióticos para vender em sachês prontos com cepas variadas e boas dosagens ou mandar manipular. A vantagem do manipulado é: ter cepas e quantidades específicas para o seu tratamento, poder juntar em uma só formula uma variedade maior dessas cepas e ter a possibilidade de fazer em cápsulas, pois o uso do sachê nem sempre agrada a todos. Por isso, é importante ser prescrito e orientado por um profissional, como nutricionista ou médico.

Vale lembrar que existem alimentos ricos em probióticos, como kefir, kombucha e iogurtes de boa qualidade, que podem ser consumidos habitualmente, sempre considerando a adoção de um estilo de vida saudável.
*texto escrito pela nutricionista pós-graduada em Nutrição Funcional Monique Moreira

[email protected]

Mari Weckerle é arquiteta, gaúcha e especialista em gastronomia saudável! É a Criadora da Plataforma Digital Guria Natureba e curadora da SOW!

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.