Home / Lifestyle  / Inchaço no verão

Inchaço no verão

Vocês já notaram que quando o clima esquenta, principalmente no verão, nós nos sentimos mais inchadas? A nutri Marina Guedes escreveu um post super completo nos explicando mais sobre o assunto, porque isso acontece e

Vocês já notaram que quando o clima esquenta, principalmente no verão, nós nos sentimos mais inchadas?

A nutri Marina Guedes escreveu um post super completo nos explicando mais sobre o assunto, porque isso acontece e como evitar o problema:

Para entender por que isso acontece temos que lembrar que nosso corpo possui o sistema linfático responsável pela drenagem dos fluidos intrateciduais de volta para a corrente sanguínea, caso tenhamos alguma alteração no funcionamento deste sistema o líquido se acumula causando o inchaço também conhecido como edema. Durante as altas temperaturas os vasos sanguíneos se dilatam, ocorre o extravasamento de líquidos e o corpo parece ser ineficiente em remover a quantidade de líquido pelo sistema linfático ocorrendo então o inchaço.

Outras causas de acumulo de líquido são o alto consumo de sal e alimentos industrializados, variação hormonal comum no ciclo menstrual feminino, ficar muito tempo em pé também pode causar inchaço pois o líquido tende a se acumular pela ação da gravidade nos pés e pernas, uso de pílula anticoncepcional , assim como dietas pobres em proteína e algumas patologias cardíacas, da tireoide, dos rins ou fígado. Então com inchaço crônico não se brinca.

A retenção de água além de causar inchaço em algumas partes do corpo também podem causar dor e alterações do peso corporal o que deixa as mulheres muito preocupadas pois é possível variar vários quilos na balança.

Muitos alimentos e mudanças de comportamento ajudam a prevenir e melhorar a retenção hídrica, mas é muito importante que a causa seja investigada. Para melhorar o inchaço devemos;

– Beber bastante líquido, mínimo 2 litros por dia.

– Beber chás diuréticos como hibisco, cavalinha e cranberry.

– Aumentar o consumo de alimentos diuréticos como pepino, melancia, melão, salsão e frutas frescas.

– Adotar uma dieta com pouco sal e pouco açúcar.

– Diminuir consumo de álcool e café.

– Praticar exercícios regularmente.

– Óleo de prímula e magnésio parece ser benéfico para o inchaço causado pela variação hormonal no ciclo menstrual.

Para recomendações individuais procure um nutricionista sempre.

*texto escrito pela nutricionista Marina Guedes

[email protected]

Mari Weckerle é arquiteta, gaúcha e especialista em gastronomia saudável! É a Criadora da Plataforma Digital Guria Natureba e curadora da SOW!

Visão geral da revisão
SEM COMENTÁRIOS

Desculpe, o formulário de comentários está fechado neste momento.